Florença


    Na minha opinião os posts anteriores são os pontos turísticos mais relevantes da cidade. Mas como eu sempre digo, pessoas são diferentes e tem pontos de vista diferentes …..então consulte um bom guia de vigem e tire suas dúvidas ou me escreva deixando um comentário, se eu puder ajudar vou ter grande prazer.

     Cheguei a visitar outros lugares na cidade, que achei até legal, mas que não me motivaram a escrever um post sobre eles……posso citar com exemplo a Igreja de San Lorenzo que é muito bonita e tem trabalhos em marmores coloridos incríveis. Também o museu del Bargello é bonito, mas não é imperdível…..

     É comum em Florença se encontrar jovens artistas reproduzindo grandes obras no chão da rua. O talento deles é impressionante…..vale à pena ficar atento e conferir!!!

     Florença apesar de não ser uma cidade grande conta com um comércio que deixaria muitas outras capitais do mundo morrendo de inveja. Várias grifes possuem lojas por lá ,mas também existem lojas bacanas e não tão caras. Se você está afim de fazer compras ,esse pode ser um destino interessante…..até eu que não sou muito consumista tive meus momentos de tentação nesta cidade….

     Florença é uma cidade turística e cara, esteja preparado para abrir os bolsos se estiver afim de fugir da pasta em alguma refeição. Restaurantes não faltam na cidade, mas eu não achei nenhuma grande pechincha. Para minimizar os custos nós almoçávamos bem em algum lugar e na hora do jantar comia um lanche improvisado ,que a gente comprava no supermercado mais próximo do hotel…..posso dizer que até isso foi divertido.

dsc03422-copy.jpg

     o Palazzo Pitti foi construído devido a um questão de rivalidade, o Banqueiro Luca Pitti que queria sobrepujar o poder e fortuna da família Medici. Então, construiu o Palazzo para ostentar todo seu dinheiro , e consequentemente poder. Por ironia, os Medici acabaram comprando o Palazzo dos herdeiros, que com os custos da obra estavam a beira da falência. Em 1550 essa se tornou a residência principal dos medici e de todos os governantes da cidade. Hoje suas luxuosas salas exibem tesouros que foram colecionados pelos Medici.

dsc03531-copy.jpg

     O Jardim de Boboli foi projetado para os Medici, depois da compra do Palazzo. Foi aberto ao público em 1766 e melhor do que falar sobre o jardim é mostrar.

dsc03554-copy.jpg

dsc03578-copy.jpg

dsc03586-copy.jpg

O palazzo fica  mais ou menos 5 a 10min andando da ponte Vecchio, para maiores informações click aqui e veja o site oficial

davi.jpg    Click no Davi e leia a Wikipedia sobre Michelangelo
    
Se você leu os posts anteriores e  já estava  se perguntando se afinal de contas alguma coisa seria dita a respeito do Davi de Michelangelo???? a resposta é sim!!!!
     Chegou a hora e a vez de desvendar a Galleria dell’ Accademia. Como quase tudo em Florença ela está a distância de alguns passos do Duomo…. mas não vai ficar todo alegrinho(a) achando que vai ser moleza ver a cidade. Na verdade se anda muito, porque como o transporte não é exatamente barato e as atrações são mais ou menos perto umas das outras, quando você percebe já atravessou pelo menos a parte mais central da cidade algumas vezes. Então seja esperto, para não gastar tempo e nem perna à toa compre um mapa e se organize.
     Mas voltando a Galleria dell’ Accademia…… foi fundada em 1563 (isso é pra gente ver como o Brasil é novinho) como a primeira escola criada na Europa voltada ao ensino de técnicas de pintora,desenho e escultura. Na minha opinião as obras que se destacam no acervo são as esculturas de Michelangelo:
  • Davi (que consagrou o artista quando ele tinha apenas 29anos).
  • Quattro Prigioni (quatro prisioneiros, são obviamente 4 belíssimas estátuas que você vai ver um pouco antes de chegar ao local aonde está o Davi)
     Na verdade a Galleria não é muito grande , e como o impacto visual que o Davi causa é enorme ,corre o risco de se passar pelos 4 prisioneiros sem dar a eles a devida importância e atenção. Veja o Davi de todos os angulos…… é, eu também fiquei hipnotizada por ele….mas retorne para apreciar o resto.
Lembrem-se que todos ou pelo menos quase todos os museus em Florença fecham as 2feiras. Quem for chegar na cidade num dia como esses não precisa ficar triste não, você com certeza vai achar o que fazer.
Preços, horários e onde fica: dê um olhadinha aqui

    dsc03515-copyhtaccess.jpg

A ponte Vecchio é a ponte mais antiga da cidade, foi construída em 1345. Projetada por Taddeo Gaddi, um aluno de Giotto, inicialmente foi ocupada por ferreiros ,açougueiros e curtidores. Seus antigos inquilinos, de forma alguma eram apreciados pela vizinhança, devido ao barulho e ao cheiro ruim. Em 1593, acabaram sendo expulsos pelo Duque Ferdinando I e substituídos por joalheiros e ourives.

ponte-vecchio.jpg

     Não é exagero dizer que, atualmente, essa via é revestida de ouro e pedras preciosas. Em vitrines dignas das maiores capitais do mundo, estão expostas jóias de diversos valores, mas principalmente para bolsos bastante abonados. Mesmo que nada se compre, já é uma festa para os olhos.

     Não se pode vir a Florença sem cruzar a Ponte Vecchio. Não lembro exatamente aonde li, mas vi um relato de que até os Nazistas se recusaram a derrubá-la, o que foi um erro estratégico grave.

    Para completar todo esse esplendor, passando por cima das lojas tem o Corredor Vasariano. Projetado obviamente por Vasari (1565), esse corredor tinha o objetivo de permitir que os Medici circulassem entre suas residências sem que fosse necessário se miturar ao povo. Eles podiam circular livremente entre a Uffizi e o Pitti, e ainda apreciando belas obras de arte que ornamentam todo o trajeto ( que saber como visitar o Corredor Vasariano? Dê uma olhada no post da Galeria Uffizi)

     Embora eu tenha chegado à cidade de trem, achei útil colocar este post para tentar ajudar as pessoas que irão chegar de avião.

     A região de Florença é servida por 2 aeroportos:

  • Amerigo Vespucci: localizado a mais ou menos 5km do centro de Florença, recebe em geral vôos domésticos
  • Galileo Galilei: bem maior que o primeiro, recebe vôos domésticos e internacionais. Está localizado mais próximo a Pisa, e fica a mais ou menos 1h de carro de Florença (em torno de 80km)

Se você for chegar/sair pelo Amerigo Vespucci:

Existe o serviço Vola in Bus

Os ônibus partem da estação de ônibus,que fica em frente a estação de trem (S.M. Novella) nos horários abaixo relacionados. O trajeto parece que leva em torno de 20min. O ticket do ônibus pode ser adquirido no momento do embarque e custa 4,50€. No momento da compra pergunte se há algum desconto quando se compra ida e volta, normalmente há alguma redução na tarifa.

DEPARTURES FROM AUTOSTAZIONE SITA

05:30
06:00 06:30
07:00
 

07:30
08:00
08:30 09:00
 

09:30
10:00
10:30 11:00
 

11:30
12:00
12:30 13:00
 

13:30
14:00
14:30 15:00
 

15:30
16:00
16:30 17:00
 

17:30
18:00
18:30 19:00
 

19:30
20:00
21:00 22:00
23:00

DEPARTURES FROM AEROPORTO A. VESPUCCI

06:00
06:30
07:00
07:30
 

08:00
08:30
09:00
09:30
 

10:00
10:30
11:00
11:30
 

12:00
12:30
13:00
13:30
 

14:00
14:30
15:00
15:30
 

16:00
16:30
17:00
17:30
 

18:00
18:30
19:00
19:30
 

20:00
20:30
21:30 22:30
23:30

Taxi: o custo médio fica em torno de 15/16€

Se você for chegar/sair pelo Galileo Galilei:

Pegue um trem na S.M. Novella/Pisa- existem 8 trens diários fazendo esse trajeto, que custa 5,40€. Click aqui e veja as informações do site oficial. Segundo as referências do meu guia esse trajeto duraria em torno de 1:30h.

     O acervo da galeria Uffizi, representa um conjunto de obras, que foram colecionadas durante os séculos de poder e dominação da família Medici. A Uffizi foi construída entre 1560- 1580, inicialmente para abrigar os escritórios do Duque Cosimo I (aquele mesmo que mandou reformar o palácio Vecchio). O prédio recebeu a coleção em 1581 e posteriormente foi legado ao povo Florentino por Anna Maria Lodovica, última representante da família. A galeria além de contar com o principal acervo de obras renascentistas italianas, possui obras provenientes da Holanda, Espanha e Alemanha.
Entre os nomes famosos que fazem parte deste acervo posso citar Botticcelli, Leonardo da Vinci, Rafael, Caravaggio, etc….
Quando visitar:
A galeria está aberta de 3 feira à Domindo, de 8:00 às 18:50h
Quanto custa:
Preço cheio: 10€
Click aqui para dar uma olhada no site oficial.
Existe um roteiro especial que necessita de agendamento prévio, um tour conhecido como Percorso del Principe, que começa no Palazzo Vecchio e também percorre o corredor Vasari (esse famoso corredor liga a Uffizi ao Palazzo Pitti). Que eu saiba essa é a única maneira de visitar o corredor. Eu não fiz esse passeio, mas achei legal citar aqui.
No link acima você terá mais informações.
Onde fica:
Do lado do Palazzo Vecchio
Infelismente não se pode tirar fotografias dentro da Uffizi ,consegui algumas fotos na Wikipedia
300px-botticelli_primavera.jpg
A Primavera
300px-sandro_botticelli_046.jpg
O Nascimento de Vênus
Obs: Evite filas, mesmo em baixa temporada, eu recomendo a compra do seu ticket on line

    dsc03655-copy.jpg

      De todos os lugares magníficos que visitei na Itália, esse foi um dos que eu mais gostei e não é fácil chegar a essa conclusão, mas o Palácio Vecchio me conquistou. Não se deixe intimidar pela fila, chegue cedo para minimizar esse inconveniente.

dsc03657-copy.jpg

     Na verdade a fila é gerada por 2 fatores, a quantidade de pessoas querendo entrar no Palácio e a severa revista realizada em todos os visitantes. Todos passam por detectores de metal (semelhante a que vê em aeroportos) e só é permitida a entrada depois do turista estar completamente “limpo”, além disso tem um guarda que verifica as bolsas de todo mundo. Já visitei museus de vários países e nunca vi nada igual, talvez o rigor seja porque a prefeitura ainda funciona no prédio, mas tirando esse inconveniente é um passeio imperdível.
      O Palácio foi concluído em 1322, conserva em seu exterior as características medievais, mas foi reformado em 1540 pelo Duque Cosino I, sendo completamente redecorado por Vasari, que incorporou impressionantes afrescos cujos temas eram as realizações florentinas contra Pisa e Siena.
     Durante a visita preste bastante atenção ao Salão dos Quinhentos, que abriga além da estátua da Vitória de Michelangelo, os afrescos de Vasari acima citados.

dsc03665-copy.jpg 

O famoso salão dos Quinhentos visto de cima.dsc03668-copy.jpg

Afrescos do Salão dos Quinhentos  dsc03667-copy.jpg

Detalhe do teto do Salão dos Quinhentos…. você vai sair de lá com torcicolo.

afresco.jpg 

Uma das centenas de afrescos que você poderá admirar depois que sair do Salão dos Quinhentos.

dsc03686-copy.jpg

teto-de-ouro.jpg

Teto de outro salão do Palazzo.

     Obs: Conselho de amiga, não deixem de ir…..eu encontrei muito poucas referências sobre o Palazzo na internet. Até mesmo o guia que eu estava usando, fazia uma referência grande a praça e uma discreta citação do salão dos Quinhentos, mas o Vecchio vai muito além do famoso Salão. Se não me falha a memória a entrada fica em torno de 6€.

Próxima Página »