Cidade Luz


dsc02005-copy.jpg     Para deixar todo mundo com mais vontade de conhecer o d’orsay, e como agradecimento por todos que tem prestigiado o post anterior sobre o museu, aí vão algumas fotos da minha última viagem.

dsc02008-copy.jpg

dsc02010-copy.jpg

dsc02095-copy.jpg

dsc02131-copy.jpg

Dia 1- chegada em Paris, tire pelo menos 1/2 dia para tentar se revigorar da viagem e se instalar no hotel. Assim que conseguir botar o nariz para fora do Hotel comece a tomar medidas práticas, como comprar tickets de metrô ou descobrir aonde fica o supermercado mais próximo de você.

     Vamos começar pela Ile de la Cité e Ile St. Louis- pegue o metrô e desça na estação Saint Michel ,você vai dar de cara com uma fonte muito bonita que mostra St-Michel matando o dragão e estará a poucos passos da Notre Dame. De costas para fonte olhe para frente e à direita (vai ter uma bela visão). Chegando em frente a Notre Dame , curta um pouco o clima e entre na Catedral. Se não for muito tarde suba a torre e tire belas fotos dos Gárgulas (se não me falha a memória acho que fecha às 17h a subida para o terraço, a catedral continua aberta). Saindo da Catedral aproveite para provar o sorvete que dizem ser o mais famoso de Paris da maison Berthillon (29 rue Saint Louis en Ile 75004 Paris). E para completar o dia por não fazer um passeio de barco pelo Sena.

Dia 2- Musée d’Orsay pela manhã, seguido de uma volta no jardindes Tuileries até a praça da Concorde e visita ao Musée de l’Orangerie. Nada mais pariensiense que comer um bom sanduíche sentado num dos banquinhos na Tuileries. Se quiser aproveitar e emendar o Louvre no dia em que o museu fecha mais tarde é perfeito. Dê uma olhada no post do museu e troque as atividades de um dia pelo do outro. (já fiz esso tudo em um dia fiquei exausta, mas muito feliz)

Dia 3- Comece o dia no Louvre com ele abrindo (lembra do que eu disse em posts anteriores ,é melhor reservar pelo menos 1 e 1/2 dia para o Louvre) e aí você pode fechar o dia na torre Eiffel.

Dia 4- Versailles e quando retornar dê uma voltinha no arco do Triunfo.

Dia 5- Aproveite a manhã e vá ao jardin Luxembourg e almoçe um algum bistrô do Quartier Latin e à tarde se quiser vá as compras.

Obs: Essa é uma sugestão de roteiro considerando que você irá voltar para o Brasil no vôo noturno da Air France. Tentei organizar o melhor possível e em áreas próximas ,para que não se perca muito tempo com deslocamentos. Nossa 5 dias parecem muito!!!! mas passam voando e na minha opinião não adianta tentar fazer mais coisas, por que é um pecado estar nesta cidade e só pensar em correr de lugar em lugar sem sentir o clima da cidade.

Por favor gente!!! aceito de bom grado comentários, sugestões e críticas- especialmente neste post

invalides-copy.jpg    

      Foi construído durante o reinado de Luís XIV, para alojar veteranos de guerra feridos e desabrigados. Destaca-se na paisagem, o Dôme dourado da igreja, que abriga os restos mortais de Napoleão. Abriga também o Musée de l’Armée, que mostra curiosidades como uma das barracas usadas por Napoleão nos acampamentos durantes as muitas batalhas travadas por ele, a evolução da badeira do país e a parte que realmente achei muito interessante, dedicada a Segunda Guerra Mundial.

planinvalides_a.jpg

Como chegar lá:

Metrõ: Linha 8, Latour-Maubourg, Invalides
Linha 13, Saint-François-Xavier, Invalides, Varenne
RER : linha C, “Invalides”
ônibus : 28, 63, 69, 80, 82, 83, 87, 92, 93, Balabus
Estacionamento : esplanade des Invalides

Horários de Abertura:

Todos os dias do ano, exceto as primeiras 2feiras de cada mês e as seguintes datas 01/Jan, 01/Mai, 01/Nov e 25/Dez
Aberto de  10:00 às 17:00, de 01/Out à 31/Mar,
Aberto de  10:00 às 18:00, de 01/Abr à 30/Set

Quanto custa:

– Tarifa cheia : 8 €
– Tarifa reduzida : 6 € (estudantes com menos de 26 anos de idade, grupos com pelo menos 15 pessoas com mais de 60 anos de idade e veteranos de guerra) 
– Grátis para menores de 18anos
Exibições temporárias serão cobradas à parte como nos outros museus

Como eu disse anteriormente , a visita do Hôtel Des Invalides não é imperdível, mas para quem gosta de História e principalmente do assunto segunda guerra ,vale a pena conhecer o museu.

jardin-du-luxembourg.jpg    

     Com 25 hectares e no coração da margem esquerda do Sena está localizado o Jardin du Luxembourg. O Palais de Luxembourg atualmente abriga o Senado Francês. É uma bela e agradável área a ser visitada. O acesso ao jardim é grátis ,mas proibido circular com bicicletas. O jardim é decorado com várias estátuas, boa parte delas, feitas no século XIX. Entre os pontos altos do jardim estão a Fontaine de Médicis, o monumento a Delacroix, o grande lago octagonal e a estátua de Sainte Geneviève, a santa padroeira de Paris.

Como Chegar lá:

Metrô: Odéon

RER: linha B (Luxembourg)

Ônibus: linhas 21,27,38,58,82,83,84,85 0u 89

Obs: Não deixe para ir muito no final do dia. Não consegui checar os horários ,mas pelo que me lembro a jardim fecha em torno das 17h nos meses de inverno.

     Eu estava dando uma olhada nas estatísticas do blog e vi que uma das pessoas que o acessou tinha essa dúvida “Quantos dias devo ficar em Paris?” 

     Sendo assunto para  um Post interessante, por que é uma dúvida bastante comum quando a própria pessoa organiza a viagem, resolvi escrever um pouco à respeito. Bom……também é uma pergunta difícil de responder na medida que as pessoas tem tem gostos e objetivos diferentes….. Então, como eu disse em Posts anteriores ,você tem que traçar no seu roteiro seus objetivos, o que para você não pode deixar de ser visitado?????

      E não fique frustrado!!!! você vai ter que fazer concessões, à menos que você tenha tempo ilimitado na cidade.

      Eu diria que o tempo para se conhecer minimamente a cidade é de 4dias completos…..isso se o seu roteiro excluir Versailles.

Mas e se eu so tiver 4 dias e quiser muito ir a Versailles?

Eu respondo, vá a Versailles e tente fazer o melhor possível para conhecer a cidade no tempo que restou. E uma opção é fazer um sightseeing, desses que você sobe e desce do ônibus quando quiser, em um dos dias que restou ……Pelo menos você não vai embora com a sensação de que deixou de ver alguma coisa importante.

     Com 5 dias de permanência o seu roteiro já pode ser um pouquinho mais relaxado, mas na minha opinião o ideal é pelo menos 1 semana, para fazer tudo com uma certa calma e curtir o clima da cidade.

Eu pretendo futuramente postar um roteiro de 5 dias , que eu sei que é o número de dias mais viável para as pessoas em geral.

Eu já usei os serviços do Le open tour e gostei bastante. Uma dica é comprar para 2dias consecutivos, a diferença de preço é pequena e quando você parar em algum ponto turístico não vai se sentir tão pressionado pelo fator tempo.

casa-rodin.jpg     O Musée Rodin fica localizado próximo ao Hôtel des Invalides (depois vou escrever um post sobre ele. Não é imperdível ,mas é extremamente interessante). Então se você quer poupar tempo e num mesmo dia conhecer os 2 lugares ,acho uma boa pedida porque dá perfeitamente para fazer um pela manhã e outro à tarde.

Como chegar na Casa do Rodin:
• Metrô (linha 13): Varenne, Invalides or Saint-François-Xavier
• RER (linha C): Invalides
• Ônibus: 69, 82, 87, 92
• Estacionamento: Blvd des Invalides

Quanto Custa:

Tarifa cheia: 6 euros

Tarifa reduzida: 4 euros

Exposições Temporárias
Tarfa cheia: 6 euros

Tarifa redizida: 4 euros
Ticket combinado -Coleção permanente+temporária +jardim
Tarifa cheia: 9 euros

Tarifa reduzida: 7 euros
Para jovens com menos de 18 anos o museu é grátis, Tarifa é reduzida para pessoas entre 18 e 25 anos.

Faz parte dos museus do Paris Museum Pass

OBS: Esse é um museu que vale muito a pena usar um audioguide porque você vai ouvindo como a obra do artista foi envoluindo e qual o dimensão do trabalho dele naquela época e agora 

Audioguide
Coleção Permanente: disponível em Francês, Inglês, Alemão, Espanhol,
Italiano, Japonês e Russo: 4 euros

 
Horários de Abertura (de abril a Setembro):De 9:00 às 17:45 (casa)
De 9:00 às 18:45 (jardim) at 6.45 p.m.

Horários de abertura (de Outubro a Março):De 9:30 às 16:45 (Casa)
De 9:30 às 17:00 (jardim)

    O Jardin de Tuileries são os antigos jardins do palácio de Tuileries incendiado em 1871. Fica localizado entre o Louvre e a Place de la Concorde. Não deixe de percorrer esse local à pé, não existe nada mais pasisiense do que passear por aqui.`É um excelente programa para um fim de tarde ensolarado e chegando na la Concorde se tem um perspectiva única da cidade…..vou mostrar…..tuilleries-no-final-de-semana.jpg

Passeio no Jardim das Tuileries no final-de -semana

vista-do-arco-la-concorde.jpg

Vista do Arco do Triunfo à partir da la Concorde, marcando o inicio do Champs-Elysées.

la-concorde.jpg

Mas la Concorde teve seus dias negros, foi aqui, que Maria Antonieta e Luís XVI e mais outras mil pessoas foram executadas. Nesta época o monumento no centro da praça era a guilhotina. Mais tarde e com nome atual, la Concorde, a guilhotina foi trocada pelo belo obelisco egípcio que adorna a praça até hoje.

obelisco.jpg

Próxima Página »